sexta-feira, 13 de agosto de 2010

E eu decidi ter um iphone!

Fontana de Trevi - Roma!


Entao, eu, que tanto relutei, ao lado dos meus amigos e irmaos que têm iphone, acabei um dia resolvendo que queria ter um também.

Isso foi no ano passado (2009). Estávamos em NY e eu, 100% brasileira (e brasileiro nao desiste nunca, rsss), fui até aquela loja linda da Apple na 5 Av. adquirir o meu iphone. Era natal, loja lotada, fila na porta, neve caindo, um frio de doer!!!

E eu já estava pré-avisada que isso nao seria possível, pois para comprar diretamente na loja da Apple (onde o preço é muuuuuito bom), voce precisa ter endereço americano e claro, sair devidamente vinculado à operadora AT&T - impossível para quem nao reside nos USA portanto.

Lá fui eu para escutar um sonoro I'm sorry, it's not possible!

Entao, juntamente com meu desconfiadíssimo marido e meu cunhado aventureiro Tombé, fui enfrentar as lojinhas de eletrônicos (tem várias na Broadway).

Lá voce encontra os mesmos modelos de iphone da loja da Apple, só que por um preço bem mais salgado, é claro, pois o dono da lojinha (provavelmente um árabe) adquiriu na loja da Apple e está te revendendo, zerinho...

Mas eu sou mineira (e mineiro é desconfiado por natureza) nao tive coragem de comprar! Rssss.

Alguns meses depois, nas vésperas de viajar para Roma, me disseram que lá, na Itália, eu poderia comprar o iphone diretamente na loja da Apple - e ele já vem desbloqueado (e sem obrigaçao de se ter uma linha telefonica vinculada na Itália).

Empolgaçao total e, olhando no site da Apple, cadê o endereço da tal loja em Roma??? Nada! Vamos para o Dr. Google - ajudador de todas as horas!

Encontrei um endereço meio longínquo de tudo e para lá fomos, eu e meu marido, numa longa e cansativa caminhada! E??? Claro, nao era lá! O endereço era de um antigo barzinho que levava Apple em seu nome! Mas nada de Apple mesmo...

E ao mesmo tempo, eu ficava me perguntando: por que mesmo eu havia decidido nao me render e comprar no Brasil, bem mais caro, de uma operadora nacional?! Aí eu lembrava que tenho birra da tal "fidelidade" que nos é imposta, oras!

Andando pelas ruas de Roma, encontramos com uma moça linda, bem vestida e com seu iphone em maos! Eu, claro, atrevida, abordeia-a para perguntar onde havia adquirido e ela, italiana que muito pouco falava ingles, me disse que estava apenas usando seu GPS (do iphone) para se guiar pelas ruas de Roma (que sao confusas mesmo).

nooooosa, aí eu tive certeza que nao dava mais para viver sem um iphone. Rsssss.

E brasileiro nao desiste...

Acabamos encontrando uma lojinha que vendia telefones (mas nao iphone) e o rapaz gentilmente nos explicou que havia sim uma loja perto da Fontana de Trevi onde eu poderia encontrar meu objeto do desejo.


Voltamos... mais caminhada... e lá estava: uma livraria linda, enorme (bem no estilo Saraiva Mega Store) e comprei meu iphone, diretamente da "lojinha da apple" (que na verdade estava mais para quiosque do que para loja). Foi amor à primeira vista... Aos que preferem blackberry, I'm Sorry! Mas eu realmente gosto muito, muito do meu iphone!

Bárbara

3 comentários:

  1. Também quero um iPhone da Itália! rsrsrs!!!

    ResponderExcluir
  2. Hummmm, vou pensar no seu caso!!!
    abraço
    Bárbara

    ResponderExcluir
  3. Q maravilha! Tu lembra o nome dessa livraria?!

    ResponderExcluir