domingo, 10 de junho de 2012

São Francisco - Parte 1


São Francisco – Dia 1

Depois de um vôo bastante cansativo, RIO-NY-SF, pegamos um taxi e fomos direto para o hotel. Ficamos em SoMa (South of Market), no Good Hotel: hotel novo, preço justo e boa localização. 

Como restava apenas a tarde deste primeiro dia, fomos direto para a Union Square. Fizemos um reconhecimento de área e aproveitamos para comprar logo nosso chip pré-pago da T-Mobile, imprescindível para podermos ter internet no celular à vontade sem tomarmos um susto com a conta na volta ao Brasil. O chip com o plano de ligações dentro dos EUA e acesso de dados ilimitados saiu por USD 50,00. Por mais USD 10,00 poderíamos ter ligações ilimitadas para o Brasil. Não pergunte porque não contratamos....

Union Square

Neste dia jantamos numa lanchonete estilo anos 50 com ótimo hamburguer chamado Lori’s Diner (www.lorisdiner.com) perto da Union Square.

Sao Francisco – Dia 2

No segundo dia, saímos do hotel em direção a Mission e Castro. Tomamos café num ótimo lugar chamado Tartine Bakery (www.tartinebakery.com) na esquina da Guerrero St. com a 18th St. A fila às vezes chega a ir pra fora da loja, mas anda rápido e vale muito a pena.

Mission

O Mission é um bairro de imigrantes latinos e tem lugares bastante interessantes como bares e restaurantes pra ir à noite. Passamos pela Mission Dolores, antiga missão construída durante a colonização espanhola, que tem uma bela arquitetura.

Mission Dolores

De lá, chegamos no Castro, o famoso bairro gay de Sao Francisco, onde morou Harvey Milk, primeiro politico gay dos EUA. Passamos pela loja onde ele trabalhou e pela praça construída em sua homenagem.

Castro

Harvey Milk Plaza

Loja onde Harvey Milk trabalhou

A ideia inicial era seguir para o bairro Haight-Ashbury, mas pegamos o bonde errado e acabamos indo para o Civic Center, onde tem o prédio da prefeitura, parte totalmente dispensável do tour.

Civic Center

Retomamos nosso roteiro, a pé. Passamos pela Alamo Square, onde estão as famosas Painted Ladies, casas em estilo vitoriano, características de São Francisco.

Painted Ladies

Alamo Square
O bairro Haight-Ashbury foi onde surgiu o movimento hippie e a contra-cultura. Lugares bem diferentes e divertidos. Tomamos uma cerveja na Magnolia Brewery, uma cervejaria local (http://www.magnoliapub.com/). Nesse bairro, procure pela Haight St. que é a principal. Pra quem gosta de música a Amoeba Music é parada obrigatória. Ocupa 2.200 metros quadrados de um boliche desativado e possui vários CDs, vinis e fitas cassete.

Haight-Ashbury

Haight-Ashbury

Haight-Ashbury
Voltamos para o hotel para um pit-stop e fomos para o tour de Alcatraz. Escolhemos o tour noturno, comprado online no site http://www.alcatrazcruises.com/ e foi muito bom! Lá venta bastante, então é bom ir preparado. Como fomos nesse horário, das 20:00 às 20:30 pudemos visitar a área onde funcionava o hospital do presidio!

Alcatraz ou The Rock

Visão ao chegar


SF vista de Alcatraz


Terminamos o dia no Players Sports and Grill (http://www.playerssf.com) no Pier 39. Não era nossa primeira opção mas já estava quase tudo fechado por causa da hora. 

sexta-feira, 1 de junho de 2012

De San Francisco a Los Angeles de carro - Dicas gerais

Vários amigos andam me perguntando sobre esta viagem, por isso resolvi voltar a escrever e adiar um pouco o fim da série Egito.
Como toda a viagem foi tirada com milha, o itinerário não foi dos melhores, pois tiramos as passagens que tinham.
Graças a dica do Riq Freire, começamos a viagem por San Francisco, pois realmente é o lado da pista mais bonito da Hway 1.

San Francisco
Ficamos 4 dias em San Francisco e eu achei suficiente. Nos hospedamos no The good Hotel, localizado no SOMA. O hotel dista umas 2 quadras do Westfield shopping e 4 quadras da Union Square, mas num lugar mais deserto. San Francisco tem uns quarteirões esquisitos e muito mendigo, por isso as vezes dava um medinho de andar a noite, mas foi tranquilo. O hotel é novo, quartos limpos e banheiros modernos, oferece café ou chá grátis no lobby e tem tarifas super em conta. É um hotel totalmente sustentável, o que aliás, é muito legal e frequente em SF.

Do aeroporto pegamos um taxi até o hotel, que custou USD50, bem barato em relação a outros deslocamentos de aeroportos dos EUA.
De uma forma geral, achei a cidade cara, principalmente transporte. Gastamos muito dinheiro de táxi e transporte. Isso porque andamos muito. Depois com a ajuda da google maps começamos a pegar ônibus, o que diminuiu um pouco os custos. Uma coisa que não fizemos, mas que vale a pena é o Citypass, custa USD 69 por pessoa e dá direito a passagem ilimitada por 7 dias e alguns museus. Vale a pena, pois só o California Academy of Sciences custa USD 39.
Me arrependi de não termos alugado carro já em SF. Nos blogs que li, a maioria dizia que carro não era necessário em SF. Mas sinceramente, há estacionamento no hotel, estacionamento fácil e abundante na rua, ladeiras até dizer chega, ônibus a USD2 e bonde a USD6, o carro é uma opção barata e confortável.

Napa Valley

De San Francisco, subimos até a região de Napa, cerca de uma hora de viagem de carro. No caminho, passamos por um  Six Flags  imenso, e ficamos morrendo de vontade de ir nas montanhas russas. De repente, pra quem curte, vale a pena ficar um dia a mais em SF e dar uma esticada até lá.
Em Napa nos hospedamos no Avia Napa, que é um pouco salgado de preço, mas lindo de morrer. Vale muito a pena na atmosfera romântica de Napa.



Em Napa, apesar de estarmos de carro, este ficou na garagem e pegamos taxi. Em Napa também tem lei seca...rs
Visitamos duas vinícolas num mesmo dia, pois passamos somente uma noite em Napa. Não ficou corrido, foi ótimo! Visitamos a Robert Mondavi e a Inglenook do Coppola.
Ao contrário do que pensamos, pedir táxi em Napa é muito tranquilo. Do hotel até o Robert Mondavi levamos cerca de 20 minutos, e custou USD40. Do Mondavi para o Coppola são cerca de 3 Km, ficamos com medo do táxi demorar e fomos a pé, péssima ideía, pois estávamos carregando vários vinhos...rs

Monterey

De Napa fomos direto a Monterey, cerca de 3h de viagem. A cidade é uma graça, mas a melhor vista é da 17 mile road, uma estrada fechada, que na verdade é um condomínio de luxo, com paisagens e casas MARAVILHOSAS.
Na cidade de Monterey demos uma pequena andada e partimos para Carmel, via 17 mile.

Carmel

A cidade é uma graça, um aspecto bucólico com restaurantes aconchegantes e lojas de luxo. Dá pra ser melhor?!
Passamos uma noite na cidade e nos hospedamos numa pousadinha, super bem localizada e com um café da manhã excelente, a Carmel Crystal Bay Inn.
De Carmel partimos para Solvang por Big Sur, outra leva de vista estonteante com direito a centenas de elefantes marinhos. Ou seja, a viagem de 4h, levou 7h e meia!!! Reserve tempo para esta parte do caminho.

Solvang

Optamos por passar 2 noites aqui, para servir como base para visitas a Santa Barbara (cerca de 50 min) e Sta Ignez Valley (cerca de 5 min), o local das vinícolas do filme Sideways.
A cidade é incrível, um pedaço da Europa no meio da Califórnia, com direito a moinhos e tudo!!! Ficamos no fofo e super em conta, o Wine Valley Inn.





Las Vegas

Foram sete horas de viagem desde Solvang, mas amamos Vegas, o que fez valer todo o perrengue de acrescentá-la na última hora. Nos hospedamos no Hard Rock Hotel, e foi excelente!! Quarto inacreditável, por USD 90 a diaria. Os melhores quartos são os da HRH tower. Ficamos 4 dias lá, e foi suficiente. Apesar da vontade de voltar logo...rs
Em Vegas fizemos o passeio de helicóptero até o Grand Canyon, um dos pontos altos da viagem. Usamos o Papillon e fizemos o Grand celebration tour, que inclui um piquenique com champagne no Grand Canyon. O serviço foi super pontual e eficiente. Caso haja verba, o melhor é pagar a taxa extra para os assentos frontais, vale muito a pena, é outra vista. Na Califórnia (pelo menos em Maio), o sol só aparecia por volta da hora do almoço. Assim sendo, o melhor é reservar os tours perto da hora do almoço ou no por do sol. São mais caros por um motivo, é o sol que realça o vermelho do Canyon.




Los Angeles

Como incluímos Vegas depois, LA foi apenas um dia, de passagem. Fomos  a Santa Monica, Hollywood, Beverly Hills e Rodeo Drive. Sinceramente, não sou muito fã de LA, então pra mim foi suficiente, dormimos perto do aeroporto pois nosso voo p NYC era cedo. O que foi uma excelente opção.

Alguns sites e blogs foram de grande ajuda na viagem:

Travelzoo - ótimos descontos de hotel, shows, musicais e atrações, principalmente NY e Las Vegas
Hotelscombined - Excelentes preços de hotéis
Aprendiz de Viajante - A espetacular Cláudia Beatriz é um referência, vale a pena consultar
Viaje na Viagem.com - O mestre das viagens é leitura obrigatória
Hotel California Blog - Excelentes dicas e relatos