segunda-feira, 30 de agosto de 2010

E a bagagem?

Acho que as minhas histórias sobre bagagem seriam suficientes para escrever um livro, certamente seriam!


Mas vou começar dizendo que por mais racional que eu tente ser quando vou preparar as malas, ainda levo coisas demais - isso porque tenho aquele problema sério de temer passar falta de algum item...


Acontece que já errei muito por causa disso - ou seja, já carreguei malas demais, em excesso mesmo, sem a menor necessidade.


Com o passar do tempo, tenho aprendido a me organizar (e "me virar") melhor. E tenho uma pequena lista que procuro seguir no preparo das malas.


Por exemplo, nada de malas imensas e terrivelmente pesadas. Prefiro malas menores, menos cheias, que eu consiga carregar, que caibam nos bagageiros dos táxis e claro, que tenham espaço suficiente para novas "aquisiçoes" ou mesmo para os pesados pacotes de cópias dos processos que sempre trago de volta das minhas viagens a trabalho.


Outra "descoberta" que fiz refere-se à bagagem de mao: antes eu viajava com sacolas e agora, com malinhas que tem rodinhas. É meio óbvio mas voce consegue entender isso realmente quando tem que carregar uma sacola pesada pelos intermináveis corredores dos aeroportos, junto com a bolsa, segurando as crianças e seus casacos, passaportes, documentos e mais um monte de coisas... Rssss. É totalmente complicado. Nada de sacolas, portanto.


Outra coisa importante: lembrando dos itens que nao podem ir na mala de mao (tesouras, alicates etc. e se para o exterior, recipientes que tenham capacidade para mais de 200 ml...) é sempre bom ter uma blusa de frio (ainda que voce esteja indo para o Rio de Janeiro onde faz 40 graus) e espaço para colocar coisas de valor que voce tenha ou venha a adquirir.


Sinceramente conheço tristes histórias de quem teve blusas, calças, óculos, perfumes e outro montao de coisas furtados em suas viagens - especialmente se voce vem do exterior.


Também fico feliz de ter aprendido uma liçao básica: voce tem que ter noçao que cada pessoa consegue empurrar apenas um carrinho (de bagagem) com as suas malas. Voce nao vai conseguir empurrar dois ao mesmo tempo!


Se voce viaja, como eu, com o marido e dois filhos pequenos, tenha em mente que juntos, voces poderao empurrar apenas dois carrinhos de bagagem - provavelmente com as crianças "montadas" sobre as malas se divertindo muito.


Detalhe muito importante: mulheres/esposas/namoradas conseguem rir das malas, pesos, dificuldades. Homens/maridos/namorados nao riem... eles normalmente ficam muito bravos!!!

Assim, nao é preciso levar uma mala para cada um... Divida as roupas nas malas, leve menos, considere a possibilidade de comprar alguma camiseta ou moleton durante a viagem se for necessário ou até de lavar algumas peças de roupa no hotel/apartamento (eu aprendi a fazer isso e vale muito a pena!).


Agora vejam como na prática as coisas às vezes fogem ao nosso controle... Hehehehehe


Sim, vejam que na prática, a gente às vezes se "esquece" e leva muuuuuuuita bagagem!



Orlando, dezembro/2008
Bárbara Testa

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Serviços de carregador de bagagem deixam os homens/namorados/marido felizes também! Se bem que, pelo visto, melhor a contratação de estivadores ou "chapas" para levar essa mudança toda! I M P R E S S I O N A N T E!!!

    ResponderExcluir
  3. Olha, e isso foi no começo da viagem... antes das "visitas" aos outlets!!!
    Mas éramos 10 pessoas, tá?
    Rsss
    abraço
    Bárbara

    ResponderExcluir
  4. Olá Bia! Parabéns pelo blog! Adorei as dicas! Para não correr riscos de malas extraviadas e viajar tranquila, sempre viajo somente com bagagem de mão.
    Neste vídeo dou dicas de como montar uma mala compacta para uma viagem a Europa no outono ou primavera! Pode ajudar suas leitoras.
    Este é o vídeo (Parte 1 - http://www.youtube.com/watch?v=i_zmrWKRXGI e Parte 2 http://www.youtube.com/watch?v=b2pP1ZrOX40)
    Abraços,
    Cristina Marinho

    ResponderExcluir