quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Lisboa - Pastel & Restaurante

Certamente andamos bastante por Lisboa e duas coisas foram especialmente boas naqueles dias.


Primeiro: comer pastel de Belém! Noooooossa, a gente se perguntava se o tal pastel de belém era mesmo tudo aquilo que as pessoas dizem... sim, é maravilhoso! Se for quentinho, polvilhado de açúcar e canela entao... é uma delícia inesquecível!
Fomos até a regiao do Belém, em Lisboa, para comer numa daquelas tradicionalíssimas pastelarias. Vale muito, muito, muito a pena!



Divulgação



Depois, o restaurante Bica do Sapato (que faz reservas pela internet).


Para começar, vale dizer que é bem ao "estilo português" - saímos arrumados e empolgados para conhecer o famoso (e moderno) restaurante. O GPS indicava a chegada ao destino maaaaas nem sinal do restaurante, placa, nome, nada, absolutamente nada!


Finalmente, conseguimos que um morador nos indicasse onde ficava o restaurante e seu estacionamento...


Estacionamos o carro e vimos que parecia um galpao grande, com lojas e restaurantes... mas sem placa nenhuma do Bica do Sapato.


Enfim, nosso tempo se esgotava (quase perdemos a reserva) mas conseguimos achar - é que o restaurante é voltado para o cais do porto de Lisboa e a gente parece entrar nele pelos fundos! Muito interessante isso para nao dizer estranho!!!


O cardápio é refinado, o atendimento é bom e o restaurante é lindo e detalhe: há dois ambientes distintos no restaurante - um que fica próximo ao sushi bar, com cardápio mais "normal" e o outro, onde ficava nossa mesa, com vista para o cais e cujo cardápio era de alta e sofisticada gastronomia.


Acontece que eu e Mariana nao somos refinadas para comer... buscamos o cardápio da outra parte do restaurante para conseguir escolher um bacalhau mais comum.


Os pratos estavam deliciosos, assim como o vinho! Noite espetacular no Bica do Sapato!

Entrada do restaurante - a placa fica "de costas" para a rua/estacionamento!















Bárbara Testa



quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Notícias da Bia!

Fiquei feliz quando hoje cedinho recebi email da Bia!

Ela passou estes dias em Paris e disse que foram dias maravilhosos - sem sinais da greve!

Ela e o Gustavo foram de carro hoje para o Vale do Loire para conhecer os castelos e fazer um passeio de balão!

Já imaginou que delícia?!

E claro, eles vao se hospedar num castelo por lá!

Entao vamos aguardar posts, fotos e demais detalhes da viagem dela!

Aproveitem bastante Bia e Gustavo! Quem sabem voltam assim como nós, grávidos!!!

Rsssssss


Bárbara Testa

Lisboa 3 dia

Terceiro dia em Lisboa - mais sightseeing!


Mas antes disso, fomos conhecer o parque das naçoes, que ficava bem próximo ao nosso hotel.


Aproveitamos para fazer o passeio de bondinho - a vista é linda!


O Parque das Nações foi construído para a Exposiçao Mundial de 1998. É lindo e bem cuidado!
Tem um pavilhao incrível com uma laje imensa de concreto formando uma onda! Obra linda da engenharia!!!
É nos pavilhoes do Parque das Naçoes que acontecem os grandes eventos, festas e shows de Lisboa. Enquanto estávamos lá, era preparada uma festa imensa da cerveja!


Além de contar com vários restaurantes, o Parque das Nações abriga ainda o Oceanário de Lisboa, outro passeio imperdível!


Aproveitamos também para almoçar no super tradicional Restaurante Solar dos Presuntos (que meus pais tanto recomendaram).


Já na entrada do restaurante, um aquário imenso repleto de lagostas, peixes e mais um monte de crustáceos.


No Solar dos Presuntos, há fotografias por todo o restaurante dos famosos que já estiveram lá: Fernando Henrique Cardoso, José Sarney, Adriane Galisteu, Isabel Fillardis...


Eu e minha irmã assim, ficamos altamente incomodadas com as lagostas VIVAS que passavam ao lado da nossa mesa!!!


Mas os clientes adoooooram! E os turistas mais animados escolhiam suas lagostas no arquário, tiravam fotos e esperavam a coitada chegar na mesa cozida!!!


Os maridos acharam o bacalhau maravilhoso! Disseram ser inesquecível mesmo!

Reparem na imensa laje de concreto que forma uma onda! É incrível!







Mais Sightseeing em Lisboa















Solar dos Presuntos, Lisboa










O aquário





Passeio de bondinho no parque das nações


















Vista do Parque das Naçoes!






Parque das Naçoes Lisboa




Bárbara Testa


terça-feira, 26 de outubro de 2010

Lisboa - Sightseeing

No nosso segundo dia em Lisboa, resolvemos fazer um passeio naqueles ônibus de Sightseeing.

O bilhete para 48 horas custa em torno de 15/20 Euros. Existem 3 circuitos diferentes (os preços variam se voce compra mais de um circuito). Nós compramos os 3 mas só conseguimos fazer 2, pois no terceiro dia resolvemos viajar pelo interior de Portugal.

O passeio do sightseeing vale muito a pena, pois passa nos pontos turísticos mais importantes e ainda dá explicaçoes (em portugues!) a respeito de cada um deles.

A tradiçao do povo português é mesmo a navegaçao - e isso é mostardo até nos postes de rua, nos quais há estruturas em formato de barcos/caravelas!

A cidade realmente é linda - Mosteiro dos Jeronimos, Torre de Belém, Praça do Comércio!

Esta praça então é super importante para a história de Portugal (e do Brasil também)! É lá que eram desembarcadas e comercializadas mercadorias levadas do Brasil para Portugal durante o Brasil-colônia.

Detalhe - antes de entrar no ônibus, lógico, tudo começa com um sorvete! Kibon em Portugal chama-se Olá - e como estava calor, a gente sempre parava num Olá!!! Rssss

Dica - se voce tem cabelo médio, comprido etc., leve alguma coisa para amarrá-lo!!! Eu fiquei completamente descabelada tamanho o vento no ônibus! (e tem quem sinta frio também, pois realmente venta muito na parte de cima, que é aberta!).

Dica 2 - use protetor solar, pois a gente fica diretamente exposto ao sol na parte de cima do ônibus!


O ônibus

Antes de entrar no ônibus... Olá!


Praça do Comércio - Lisboa


Mosteiro dos Jeronimos - Lisboa



Descabelada dentro do ônibus! kkkkkk


Mariana empolgada - coitada, nao sabia o que teríamos de almoço pela frente! kkkkk


Bárbara Testa














segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Lisboa - primeira parada Outlet!

Entao, a primeira cidade que visitamos foi Lisboa.



Viajamos de TAP - check inn organizado, pessoal de bordo educado mas aviao era velho - nao tinha aquelas TVs individuais...

Gotinhas mágicas para galera dormir mas mesmo assim a gente chega meio "moído" no destino...



Mas como 'dormir em Euro' nao compensa, já começamos a bater perna no primeiro dia mesmo!





Achamos a cidade linda e limpa! E andamos bastante por ela!





Nós locamos um carro porque queríamos viajar pelo interior de Portugal e isso seria absoltamente necessário. O carro era bacana (nao era chique) e era confortável - um Peugeot Diesel!





"Dobramos os maridos" e já no primeiro dia fomos até o Freeport Outlet (fica a pouco mais de meia hora de Lisboa) - como todo brasileiro, adoramos outlet (e sempre imaginamos que todo outlet segue o modelo americano...).





Mas o freeport é outlet europeu - o que significa dizer que nada de pechinchas como nos outlets dos Estados Unidos - os preços são bem mais salgados (em euro, é lógico) e muito próximos do que encontramos nas respectivas lojas de marca fora do outlet.





Compramos casacos na Burberry (em torno de 150 Euros cada) e na Benetton (80/90 euros) e mais umas camisetas para as crianças na PUMA (que custaram em torno de 10 euros cada - nos estados unidos, seriam 10 dólares...).





Valeu a pena - e nao durou muito a visita ao outlet (como as 8/10 horas em Orlando, NY, Las Vegas... rssssss), pois as lojas boas tinham mesmo mercadorias caras que nao valiam a pena!




Fim da visita ao Freeport, fomos para o hotel descansar, pois queríamos explorar a cidade no outro dia.




O hotel (Olissippo Oriente) era realmente muito bom e bem localizado. Fica na regiao do Parque das Naçoes, em frente à Estaçao Oriente (de onibus e metro) e bem próximo ao shopping Vasco da Gama, ao qual íamos a pé mesmo.




O quarto do hotel era grande e confortável (e bem limpo), assim como o banheiro. Café da manha gostoso.





Terminamos o primeiro dia dormindo cedo, bem cedo e sem jantar, inclusive, pois a diferença de fuso, a viagem e o outlet nos deixaram bem cansados!

Casaco de lã da Benetton









Entrada do Hotel Olissippo Oriente


O "nosso" carro - que era um Peugeot diesel!!!


O casaco da Burberry

Bárbara Testa






sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Começou a viagem

Por Gustavo Bonelli



Viajar não é exatamente um hobby, mas algo bem próximo. Tudo começa com uma idéia, geralmente mirabolante, geralmente pensada pela Bia. Eu, claro, de primeira rejeito e acho tudo um grande absurdo.

Passa um tempo e a idéia, antes absurda, começa a fazer algum sentido. Afinal, já tem um tempinho desde a última e já estamos sentindo aquela saudade de viajar. Aí então eu me dou por vencido e começam os planos. Vamos colocar no papel. É a fase das planilhas, das contas, do orçamento.

Tudo muito organizado. Eu, sempre meio tenso, Bia sempre otimista e querendo cada vez mais. Muitas revistas e guias depois, fechamos a viagem. Paris-vale do Loire-Londres-Budapeste-NY. Como, NY? Pois é, a gente é assim mesmo. Tem que caber tudo numa mesma viagem. Cultura, história, compras, um lugar que amamos e de quebra uma novidade, ou mais, se o tempo permitir.

E agora, chegou o dia. Parece que foi ontem que começamos a pensar nela e agora ela está aí,  nos esperando, com muitas programações mas também nos reservando surpresas que a tornarão ainda melhor.

O tempo passa e eu percebo um certo ritual. Arrumação de malas, saída de casa, tensão pra chegar no aeroporto com tempo, mal humor. Check in, alívio, chegamos enfim. Bia no duty free, sempre, mesmo que seja pra não comprar nada e só atualizar sua planilha mental de preços. Kit Kat. Já virou tradição. Dessa vez, sala VIP, que dá um gostinho ainda melhor. De repente, um olha pro outro, meio que num reencontro depois de uma semana tão corrida e cansativa. Um sorriso; um beijo; uma, duas, três taças de vinho; o coração bate mais rápido. É isso. Começou a viagem. 

Dicas de arrumação de mala para inverno

Ai ai... se tem uma parte que odeio na viagem é o momento de arrumar a mala. Sempre tento me organizar, mas no fim acabo levando mais coisa do que uso. Entretanto, a cada viagem levo menos bagagem (alguma coisa tem que melhorar, né? rs)
O problema se agrava quando a viagem ocorre no outono/inverno, tipo o da Europa ou Estados Unidos. Eu sou muito friorenta, por isso acabo passando frio, mesmo com mala cheia.
Começa a pergunta: o que levar?
Desta vez me organizei. Contei o número de dias, noites e ocasiões especiais. Separei revistas com looks de inverno e suas combinações possíveis e tracei a estratégia (21 dias de viagem):

- Casacos externos ( trenchs, blazers, sobretudos, jaquetas) - 10
- Casacos internos (cashmere, lâ, tricot) - 6
- Bulsas de dia ( manga comprida, gola rolê, tricot) - 10
- Blusas de noite - 4
- Saias - 2
- Vestidos - 5
- Calças jeans - 3
- Calça de veludo - 2
- Calça de lã - 1
- Calça alfaiataria - 2
- Calça de couro - 1
- Legging - 1
- Conjunto jogging
- Pijama
- Maiot - 2
- Bota montaria - 1 preta, 1 marrom, 1 whisky
- Bota salto alto cano longo - 1
- Bota cano curto marrom - 1
- Tênis corrida - 1
- Sapato alto preto - 1
- Bolsas - 1 preta, 1 whisky, 1 preta pequena noite
- Termal - 2
- Meia calça - 3
- Cachecol - 8
- Luvas - 3
- Chapéus/gorros - 5
- Cintos - 4

Jogar com os acessórios, principalmente cachecóis dá uma renovada no look.

video
Viu? eu disse q eu já tinha evoluído...kkk

Check List



- Mala - nécessaire - sacos para sapato e bolsa- sacos para roupa suja.
- Desodorante, perfume, escova e pasta de dente, fio dental, shampoo e condicionador (em embalagens pequenas).
- Sabonete, hidratante, filtro solar e repelente.
- Algodão, cotonetes, absorvente, escova, pente.
- Material de manicure - alicate, cortador, lixa, pau de laranjeira, esmalte, base, óleo secante, acetona.
- Maquiagem: base, pó, blush, batom, gloss, lápis de boca, sombra, lápis de olho, rímel, curvex, removedor de maquiagem, pinça de sobrancelha.
- Passaporte/identidade/ carteira de motorista, seguro saúde, agenda, notebook e seu carregador.
- Comprovante das reservas, passagens, guias de viagem.
- Ligar para os cartões para avisar a viagem e solicitar o desbloqueio
- Dinheiro
- Carregador de celular e celular.
- Maquina fotográfica, carregador, cabo para descarregar as fotos
- Ipod e carregador
- Gravar um CD para tocar no seu carro alugado e vc lembrar sempre daquela viagem e daquela música
- Remédios (band-aid, merthiolate, resfriado, alergia, cólica, dor no corpo, dor de cabeça, colírio)
- Óculos de grau e de sol
- Confirmar aeroporto e hora do voo
- Adaptador de tomada (Europa por exemplo)
- Cabo de computador p internet ( o wirelless pode estar ruim)
- Colares, brincos, relógios e pulseiras.



Achou demais? Lembrou de algo? Dê sua opinião...

ps.. Essa fui eu praticando o desapego (deixe bolsas, casacos, blusas e acessórios para trás...rs)

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Les Cocottes - Paris

O chef Christian Constant foi um dos criadores da bistronomique, o conceito de comida estrelada de qualidade e com preços acessíveis. Das quatro casas que ele comanda em Paris uma reflete bem este espírito - o Les Cocottes.

Lugar estiloso, onde vão parisienses e insiders, tem pratos comentadíssimos e é frequentado pelo Sarkozy. Se Carla Bruni foi..... rs
O nome do lugar vem das pequenas panela onde os pratos são servidos e os preferidos divergem de acordo com o freguês. Aqui vão alguns trechos de blogs que comentam sobre ele:

Gourmetidos - blog
Das fotos e do email descritivo que nosso correspondente mandou, a idéia que fica do  Les Cocottes, do chef Christiant Constant é de um lugar que envolve pelo modernismo de seu ambiente. É de inspirar boas ocasiões o balcão do restaurante. São poucas as mesinhas e o balcão é mesmo, o centro do salão. O lugar é freqüentado por parisienses habitués. Cristiant Constant já trabalhou no restaurante Grillon em Paris, e agora administra sua própria casa.
 
 
 
Marc faz questão de lembrar que o presidente Sarkozy foi ao restaurante almoçar e brinca: “soube que ele não tomou vinho, só água." Cá com meus botões para o francês, por certo, a refeição ficou incompleta.
O lugar ainda oferece para exposição e venda as mais famosas linhas de panela e acessórios de cozinha, além de uma adega com rótulos cobiçados.
 
 
Ao que interessa. O gourmetido pediu de entrada ravioles de lagoustines mousseline artichaud. Diga-se ravioles recheados com lagostines ao molhe de musse de alcachofras, a entrada custou 16 euros.
Pelo MSN, o gourmetido completa “esta  foi uma das melhores massas que já comi”.
Na sequência, a marca francesa na elegância do serviço a mesa e a foto do primeiro prato.
 
 
 


Bistrô Pimenta - blog

Sugere sopa de abóbora e a torta de chocolate com creme de chantilly ( La Fabuleuse)

Publicação no globo em julho deste ano.


E aí, vamos?

ps. não aceita reserva


Chef responsável - Philippe Cadeau
135, rue Saint-Dominique, 7th
Lunch:12 noon - 4pm
Dinner: 7pm - 11pm
Closed on Sunday

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Viagem - o começo!

Entao, nada melhor que começar a viagem numa incrível sala VIP!


Sim, nós tivemos esta oportunidade no aeroporto de Guarulhos - tudo começou quando há uns meses atrás, meu Banco me concedeu um cartao mega legal - o Mastercard Black.


Este cartao de crédito nao só tem benefícios como duplicar as milhas acumuladas (dólares gastos para conversao em milhas) como também seguros pessoais para viagem e mais um montao de benefícios.


Mas o que nos encantou foi a famosa sala VIP que o cartao tem dentro do aeroporto de Guarulhos - sim, ela é Black como o nome do cartao!


A sala vip fica meio escondidinha, é verdade - é preciso passar pela sala vip da Delta Air Lines - a sala do Black fica dentro dela, ou melhor, no fundo da sala da Delta - separada por uma porta preta!


Lá dentro, champagne, vinhos, refris, sandwiches, salgadinhos quentinhos, além de uma decoraçao linda e computadores conectados à internet para nosso uso!


E o melhor: sem pagar nada por isso! Rsssss

E eu abro parênteses para esclarecer - a grande vantagem da sala vip é nao ter que enfrentar aquelas filas enormes das lotadíssimas lanchonetes do aeroporto de Guarulhos!

Neste dia mesmo, passamos pelo MC Donalds - nao havia mesas para sentar, o balcao de atendimento super congestionado...

E no aeroporto de Guarulhos, a situaçao piora porta a dentro do embarque internacional, pois sao pouquíssimas opçoes de alimentaçao - poucas e caras!!!


Entao, vale muito a pena usufruir deste tipo de benefício se o seu cartao de crédito (ou de milhagem) te oferece!


No caso do Mastercard Black, vale lembrar que para cada cartao, o titular pode levar apenas mais um acompanhante para a sala VIP. Éramos quatro, com 3 cartões!

Resultado: fomos os dois casais curtir a mordomia e tirar fotos para postar no blog, é claro!













Bárbara Testa

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Greve na França - matéria G1

A mobilização popular contra a reforma previdenciária da França, iniciada em começo de setembro, intensificou-se nesta segunda-feira (18), com mais de mil postos de combustíveis desabastecidos no país e a adesão de novos setores, como os caminhoneiros.
Ao mesmo tempo, o conservador presidente Nicolas Sarkozy, que propôs as reformas atualmente em trâmite no Senado, disse que não vai ceder.
"A reforma é essencial, e a França está comprometida em levá-la adiante, assim como nossos colegas alemães fizeram", disse em entrevista em Deauville.
A União de Importadores Independentes de Petróleo afirma que, dos 4 mil postos da França, 1.500 estão sem combustível.
Estudante ferido é levado por policiais durante protesto em Lyon nesta segunda-feira (18).Estudante ferido é levado por policiais durante protesto em Lyon nesta segunda-feira (18). (Foto: AP)
Os franceses protestam desde o começo de setembro contra a reforma das aposentadorias, que prevê aumentar de 60 para 62 anos a idade mínima legal para se apostentar e de 65 para 67 a idade para ter direito a aposentadoria integral.
Nos últimos dias, a greve se espalhou para o setor de petróleo, parando as 12 refinarias do país. O governo negou nesta segunda-feira que exista desabastecimento, mas decidiu, em reunião chefiada pelo próprio Sarkozy, criar uma "célula interministerial de crise" para garantir o abastecimento.
A Agência Internacional de Energia (AIE), responsável pelos suprimentos estratégicos de petróleo em países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), disse que a França tem estoques para 98 dias e que o país já começou a usar as reservas emergenciais de 30 dias da indústria.
Os caminhoneiros começaram uma "operação tartaruga" próximo às grandes cidades. Militantes e grevistas bloquearam terminais de transporte e depósitos. A circulação de trens continuava prejudicada.
Estudantes também aderem à manifestação, e houve confrontos após protestos de rua nos subúrbios de Paris, Nantes, Lille, Rouen e Lyon. Pelo menos 196 pessoas foram presas, segundo a polícia.
Nesta terça, deve ocorrer uma jornada nacional de greves e protestos, convocada pelos principais sindicatos -que têm o apoio de 71% da população, segundo pesquisa do instituto CSA divulgada nesta segunda.
A Direção Geral da Aviação Civil prevê para este dia o cancelamento de 50% dos voos em Orly, Paris, e de 30% nos demais aeroportos.
O Senado deve votar a reforma na quarta-feira, mas, por conta das pressões polulares, setores já admitem que a votação poderia ser adiada para o dia seguinte. A nova lei já foi aprovada pela Assembleia Nacional.
Desabastecimento
Motoristas correram para os postos de combustíveis para encher seus tanques nesta segunda, mas muitos postos já estavam fechados ou sem estoque de pelo menos um produto petrolífero.
"É uma loucura, afundamos", disse a gerente de um posto na avenida Champs Elysées. "A situação está crítica", disse uma porta-voz da Exxon Mobil. "Qualquer pessoa que procure diesel nas regiões de Paris e Nantes (oeste da França) terá problemas."
Célula de crise
O ministério do Interior da França anunciou a ativação de uma "célula interministerial de crise". "A célula interministerial de crise começa a funcionar às 14h (9h de Brasília) presidida pelo ministro do Interior, Brice Hortefeux", afirma um comunicado ministerial.
Os ministérios da Economia, Energia, Ecologia e Interior estarão representados na célula, que pretende coordenar as tarefas dos diferentes serviços do Estado para garantir a perenidade do abastecimento.
Muitos motoristas encheram os tanques de seus carros nos últimos dias após as informações de uma possível falta de combustível com a greve.
Trens afetados
O tráfego ferroviário seguia afetado pela suspensão de cerca de metade dos trens previstos, enquanto as refinarias continuam bloqueadas - pelo movimento de protesto contra a reforma da previdência -, ação que já provoca desabastecimento em todo o país.

Manifestantes continuam bloqueando as principais refinarias do país.Manifestantes continuam bloqueando as principais refinarias do país. (Foto: Kenzo Tribouillard / AFP Photo)


Enquanto isso, os ferroviários continuaram com as interrupções que obrigaram à empresa nacional de trens a suspender a metade das viagens domésticas previstas para esta segunda. As interrupções afetam também pequena parte da circulação de trens internacionais, informou a empresa.
Os transportes públicos de Paris, no entanto, funcionam com normalidade com exceção de uma linha para bairros, informam autoridades.
O primeiro-ministro francês, François Fillon, advertiu no domingo que não aceitaria a paralisação do país com base na ação dos movimentos sindicais, e advertiu que o governo pode reabrir as refinarias, se necessário, pela força.
Como parte dos protestos em todo a França, manifestantes bloqueiam o tráfego em Toulouse, sul do país.Como parte dos protestos em todo a França, manifestantes bloqueiam o tráfego em Toulouse, sul do país. (Foto: Remy Gabalda / AFP Photo)

Reformas
O presidente Nicolas Sarkozy tem insistido em que seu governo levará até o fim essa reforma importante de seu mandato e que não fará "mais concessões".
Os sindicatos, por sua vez, estão determinados a aumentar a pressão antes da adoção no Senado do texto.
No Senado, os opositores à reforma continuam suas ações, apresentando emendas e pedindo o uso da palavra, de forma a adiar a votação uma vez mais.
O Poder Executivo aposta em um enfrequecimento da mobilização antes da votação definitiva no Parlamento, que deve ocorrer no fim de outubro.
(*) Com informações das agências de notícias Efe e France Presse