quarta-feira, 5 de maio de 2010

New York - Dicas Parte V


Dicas aleatórias




Almoço light, bom, bonito e barato


Talvez em NY dos adjetivos acima o mais difícil seja o light! É mto junk!! Opções são saladinhas descoladas, saborosa e no melhor estilo NY: sem muito tempo pra perder:


Cosí- São vários endereços espalhados pelos EUA. Além das saladas há sanduíches também! Pra mim é a melhor Caesar Salad que eu já comi, perfeita!!! Além de custar na casa dos $6, um achado!!! Existem várias, mas uma das mais charmosas que eu já fui fica na Times Square, perto do teatro de Wicked (1633 Broadway, entre 50 e 51). Quando for na DSW e Filenes na Union Square, lá tem uma também. Mais endereços no site: http://www.getcosi.com/




The Whole Food Market - Uma rede também presente em vários lugares dos EUA. Além das saladas, pratos e sanduíches (que vc pode comer lá), é uma espécie de supermercado orgânico. Dá para comprar petiscos para levar na bolsa ou para o hotel. Tem um no subsolo do Time Warner Center, uma boa opção quando tiver lá. Mais endereços pelo site: http://wholefoodsmarket.com




Brunch


O brunch é quase uma tradição em viagens, principalmente em NY. E neste quesito as novidades são óoooootemas!!! O Brunch do the Plaza está de volta!!!! Oba!!!! Há séculos atrás era um espetáculo, imagino que o padrão não deva ter caído. Rola das 12 às 15h e tem o esquema "all you can eat", que provavelmente vai te deixar sem fome para jantar, o que é ótimo, pois um simples cachorro quente de rua vai resolver. Ou pode ser pedido à la carte e os preços não são tão diferentes aos moderninhos Balthazar e Pastis.
Além disso, o visual do the Plaza compensa os $65 do menu fixo!!! Ah, tem qu efazer reserva. Aproveita pra namorar o visual do site, pois o Oak romm (restaurante do the Plaza) continua imponente, as always:


http://www.oakroomny.com/media/oakroom.html


As reservas de erstaurante em NY, inclusive o do The Plaza podem ser feitas diretamente com os restaurantes ou pelo site: www.opentable.com. Este site é interessante pq tem avaliação de clienets, indica o siet a faixa de preço.


Os moderninhos Balthazar e Pastis. São dos mesmos donos, e tem o mesmo estilo, que por sua vez é bem parecido com o bistro do Claude Troigros, o CT Brasserie, no Fashion Mall. Ok, lá não é o Troigos, em compensação o Pastis fica no badalado Meatpacking District, agora bairro revitalizado e super cool, o que aumenta a cotação do lugar. Nos dois rola almoço, jantar, brunch....


O Balthazar fica no Soho, também excelente vizinhança para se visitar. Endereço de cada um, informações nos sites e vamos explorar as vizinhanças: Soho e Meatpacking!


Pastis
9 Ninth Ave. (Little W. 12th St.)


Balthazar:


80 Spring St
(between Broadway & Crosby St)








Meatpacking District


O nome do lugar vem da sua antiga procedência, lugar para corte de carnes. De um mero "açougue" para point cool da cidade podemos ver a máxima de New York: oportunidades. Parece que o sol de lá, que nasce para todos, é um pouco diferente do nosso..rs
Em 2005, numa visita a NY pude ver no MOMA o projeto do High Line, um parque construído numa antiga linha de trem. Ele foi inaugurado há pouco menos de um ano e apesar de ter visto o projeto ainda não o conheço pessoalmente, o que farei em alguns meses. Oba!!!


Quem foi jura que é um dos passeios mais gostosos da atualidade. Existem vários eventos, dependendo da época do ano. Mas um dos mais interessantes que eu vi no site acontece toda terç afeira à noite, observação do céu por telescópio promovida pela associação amadora de astrônomos. Os jardins com espreguiçadeiras brindados com uma linda visão de Manhatan e do Rio Hudson são inspiradores.


The High Line is located on Manhattan's West Side. It runs from Gansevoort Street in the Meatpacking District to 34th Street, between 10th & 11th Avenues. Section 1 of the High Line, which opened to the public on June 9, 2009, runs from Gansevoort Street to 20th Street.




Segundo alguns sites e blogs de viagem, para os residentes e insiders, a ondinha do Meatpacking já teve seus 15 segundos de fama...kkkk Entretanto, o High Line é novo e vale a pena conhecer. O site Concieger e o blog do Ricardo Freire dão dicas das furadas em NY.


O que segundo o guia Michelíndio seria programa de índio 4 peninhas, pra mim 7 machadinhas:




10 coisas para NÃO fazer em Nova York, segundo o Concierge.com:
1. Comer no Tavern on the Green, no meio do Central Park, sem vista nenhuma (prefira torrar sua grana no River Café, no Brooklyn)
2. Pegar um velotáxi, o riquixá de branco (em vez disso, vá de metrô, é muito mais nova-iorquino)
3. Comer hot-dog de carrinho (guarde seu paladar para um cachorro-quente de delicatessen, como o da Katz’s)
4. Subir no Empire State; a vista é linda, mas quando chegar lá em cima você já vai ter passado por tantas filas que não vai estar no clima (em vez disso, vá tomar um drink no Rainbow Room ou, se não quiser beber, suba alguns andares até o Top of the Rock)
5. Comer uma cupcake na Magnolia da Bleecker Sreet, que ficou insuportavelmente cheia depois de “Sex and the City” (ande mais um pouquinho e experimente o cannoli da Rocco’s Pastry Shop, na mesma rua)
6. Andar de charrete ao pôr-do-sol no Central Park (é mais gostoso acordar cedo e atravessar o Central Park de manhã antes de todos chegarem)
7. Comer num restaurante em Times Square; são todos insossos (caminhe até a Nona Avenida, em Hell’s Kitchen; na rua 49 e na Nona há restaurantes bons, autênticos e em conta)
8. Assistir a um número de comédia stand-up no Times Square Comedy Show (se você gosta de stand-up, vá direto ao Upright Citizens Brigade, em Chelsea)
9. Fazer compras na Macy’s; a Herald Square é um circo! (dirija-se à Lord & Taylor, na 5a. Avenida com rua 38)
10. Não faça sua noitada no Meatpacking District; vá de dia, pelas lojas (à noite saia no Lower East Side, que está bombando)
Antes de dar novamente o link, preciso dizer que discordo bastante da número 10 — acho que o Meatpacking ainda é mais atraente a olhos forasteiros do que o LES.




Volto depois, fui!!!

2 comentários: